Français    English    Português  
 
 Español   Deutsche  
Montante carrinho:
Vide 0.00
Preço dos encargos 0.00
Total à pagar 0.00
Conteúdo da Cesta

História do Açafrão do Gâtinais

Origem do açafrão no Gâtinais

Açafrão, Crocus Sativus, é conhecida como uma especiaria e cultivada desde a Antiguidade. Foi certamente em Gâtinais relatados pelos Cruzados, que tinhaõ descoberto o seu poderoso perfume na Ásia Menor. Foi uma produção corrente, em persa, Caxemira e na Macedónia. Simultaneamente, os árabes tinhão introduzido o açafrão em Espanha, onde ela foi cultivada nas províncias de Valência e Alicante.

Durante o corrente comercial com o Norte da Europa o Açafrão em bolbos foram relatados em suas terras pela “Boynes Porchaire Gentleman”, lorde local. Ela consegue tão bem, qu’ele ganhou em 1968, um decreto do Rei Louis XIV, formalizando este cultura no “Gâtinais”.

O Açafrão do Gâtinais rapidamente ganhou renome internacional, e durante os dois séculos seguintes o preco era, em prática, os do mercado Pithivers.

Em 1789, os arquivos mostram que o Gâtinais produzia 30 000 kg do açafrão. Em 1869, ele ainda produziu 10 000 kg ...

 

Se voce tiver a oportunidade, não se esqueça de visitar o Museu de açafrão em Boynes no Gâtinais (Loiret 45 - FRANCA).


É difícil imaginar uma cultura cuja produção poderia ser contada em toneladas, desaparecer em poucos anos, no começo do século XX!

O relançamento do açafrão no Gâtinais

Este verdadeiro património regional merecia ser valorizado. Durante vários anos, alguns agricultores forão autorizados a diversificar a sua produção. Assim, para EARL Thierry DUPRÉ em ECHILLEUSES este produtor recolhe o açafrão BIO, oferece produtos da agricultura biológica e vendidos sob o nome de “Safran du Gâtinais” (marca).